Dez 18
Nesta segunda feira a empresa convocou todos os trabalhadores gráficos para anunciar a demissão de todos, alegando o fim da versão impressa do jornal em seu parque gráfico.
A impressão do de A Tribuna e Expresso Popular já esta sendo feita pelo Jornal Estadão em São Paulo.
A maioria dos trabalhadores tinha em média 20 anos de trabalho prestados a empresa e se sentiram desprestigiados, não só pela demissão, mas pela maneira que foram tratados, uma vez que foram impedidos de entrar no local, onde por muitos anos dedicaram grande parte de sua vida. A direção da empresa fechou as portas de acesso ao parque gráficos com paletes, madeirite e seguranças para impedir a entrada dos trabalhadores que conforme iam chegando, eram encaminhas um a um para um sala para assinar o aviso de dispensa.
Lamentamos muito essa situação diz Sueli Reis, que é Presidente do Sindicato dos Gráficos. Infelizmente são mais postos de trabalham que se encerram e que por conta da nova reforma trabalhista a entidade sindical fica de mãos atadas sem poder fazer praticamente nada. Esperamos que a empresa cumpra com toda a obrigação trabalhista que tem com seus empregados, conclui a Presidente.


escrito por jorge

0 Comentários


Clique aqui para registrar-se