Nov 04




Desaposentação
O STF proibiu a desaposentação
Sergio Pardal Freudenthal

Tristes tempos, em que os trabalhadores não podem contar com qualquer representação nos três poderes. O Supremo Tribunal Federal (Judiciário), absolutamente convencido pelos cálculos do governo (Executivo), não acatou a desaposentação pretendida pelos aposentados que continuam trabalhando, e, portanto, contribuindo; sem direito à qualquer benefício porque não podem contar também com o Poder Legislativo.
Só para lembrar: até fins de 1993, o aposentado que retornasse à atividade, voltava também à contribuir, mas, quando interrompesse o trabalho, recebia de volta suas contribuições, com os devidos juros e correção monetária, chamava-se pecúlio; a contribuição patronal ficava para o Seguro Social por uma questão de solidariedade. Quando a lei se modificou criou uma inconstitucionalidade: se não se permite o benefício sem o devido custeio, também não se pode contribuir sem direito a qualquer benefício. Assim define o artigo 195, parágrafo 5º, da Carta Magna. Infelizmente o STF não deu nem bola para isto.
Ainda vão restar alguns problemas processuais, como poucas antecipações de tutela e pouquíssimas decisões com trânsito em julgado. De imediato um monte de ações serão retiradas dos arquivos e rapidamente encerradas, causando graves frustrações em um setor numeroso e importante de nossa sociedade: os aposentados que seguem trabalhando e contribuindo para o sistema previdenciário. Sobre a desaposentação, este advogado não tem ilusões, nem é mais possível saídas judiciais nem o Congresso, pelo menos na composição atual, aprovaria revisão nos benefícios.
Que os aposentados não se conformem e exijam pelo menos o retorno do pecúlio!


Ler mais...

escrito por jorge

Nov 04


Foi realizada ontem (3) a primeira reunião de negociação salarial deste setor, embora sua data base seja o dia 1º de Outubro.
Somente depois de um mês que o patronal abriu negociação com os Sindicatos e FTIGESP e de imediato apresentou uma proposta como definitiva que não recompõe nem o índice inflacionário do período, alegando como sempre as dificuldades que o setor vem passando.
Não bastasse que na última negociação, os trabalhadores já saíram prejudicados com o parcelamento da inflação com uma perda de 1.16%, este ano querem tirar mais ainda. A proposta apresentada de 3.5% retroativo a 1º de Outubro e 3.5% em 1º de Fevereiro, mais uma vez o trabalhador perde 3.24% como e quando recuperar isso.
O trabalhador gráfico deste setor vem sendo prejudicado já há algum tempo com perdas significativas em seus salários.
Segundo o levantamento que os Sindicatos Gráficos do Estado de São Paulo realizaram recentemente apenas oito empresas jornalísticas mantém ativo o seu parque gráfico, mas imprimindo vários títulos de outras localidades, absorvendo a grande maioria dos jornais que fecharam suas oficinas. Com isso os trabalhadores gráficos que restam estão sobrecarregados de trabalho e jornadas prolongadas para tirar o jornal da casa e os de terceiros e ai recebem este tratamento por parte dos patrões na hora de reivindicar reajuste salarial.
O Sindicato dos Gráficos de Santos está convocando uma Assembleia para o próximo dia 8 pra discutir com os trabalhadores que encaminhamento dar sobre a proposta apresentada, lembrando que a inflação do período é de 9.15%, portando a proposta de 7% dividido em duas parcelas é ridícula e rechaçada de imediato pelos Sindicatos presentes na negociação e também a FTIGESP.

escrito por jorge

Nov 03


O lançamento da Campanha Novembro Azul foi realizado no dia 1º de novembro nas dependências do Jornal.
Os trabalhadores elogiaram a iniciativa do Sindicato devido à importância da gravidade do câncer da próstata entre os homens.
Jorge Caetano, Presidente do Sindicato que esteve participando do lançamento juntamente com os diretores Aguinaldo, Antonio e Djalma , destacou a importância da prevenção como o melhor remédio para evitar a doença. O homem precisa quebrar este medo do exame do toque retal que é seguramente o mais eficaz para descobrir o princípio da doença. Embora o exame PSA que é feito com amostra do sangue realizado em laboratório, o toque ainda é o mais aconselhável, principalmente para os homens com mais de 40 anos de idade.
Diz ainda que o material produzido pelo Sindicato, vem no sentido de orientar e conscientizar os companheiros quanto à importância do assunto. Jorge deixa bem claro a todos, que independente de sintomas ou não, todos devem procurar um médico especialista para fazer o exame de Toque ou PSA no mínimo uma vez por ano.
Os trabalhadores do Jornal por sua vez assumiram o compromisso de ajudar na divulgação da Campanha entre seus familiares e amigos.
Durante todo o mês de novembro a Direção do Sindicato estará visitando as demais gráficas da região para que a Campanha possa atingir o maior número possível de trabalhadores conscientizados sobre o assunto.

escrito por jorge

Nov 01

Essa é mais uma Campanha que faz parte do calendário anual de atividades da CONATIG e portando o Sindicato dos Gráficos de Santos não poderia deixar de participar, a exemplo do que ocorreu com o "Outubro Rosa".
O lançamento da Campanha contra o Câncer de Próstata, o "Novembro Azul" inicia-se hoje, para os trabalhadores gráficos do Jornal A Tribuna de Santos e depois se estenderá a todas as empresas de nossa base territorial. Esperamos obter o mesmo êxito que aconteceu com o Outubro Rosa, diz Jorge Caetano, Presidente do Sindicato.
Esperamos atingir o maior numero de trabalhadores possível, levando orientações e informações necessárias na tentativa de conscientizar os trabalhadores para a realização do exame anualmente, evitando assim ser acometido pela doença que tem avançado demais nos últimos anos.
A Direção do Sindicato destaca a importância social na realização de mais essa Campanha. Sendo assim foi preparado um material bem explicativo sobre a doença, onde os companheiros poderão estar orientando-se com relação ao surgimento de alguns dos sintomas da doença. Jorge deixa bem claro a todos os companheiros, que independente de sintomas ou não, todos devem procurar um médico especialista para fazer o exame de Toque ou PSA no mínimo uma vez por ano.

escrito por jorge

Nov 01

Encerramos a Campanha deste ano de forma positiva, onde conseguimos alcançar a maioria das companheiras, procurando conscientizar e levar as informações sobre os riscos que nós mulheres estamos sujeitas. Embora com a nossa vida atribulada fazendo tripla jornada, cuidando dos afazeres domésticos, de filhos e o trabalho profissional. Com isso às vezes não conseguimos encontrar tempo para cuidarmos da nossa própria saúde.
Sueli Reis destaca que o mês de Outubro foi escolhido para a realização da Campanha, mas lembra que isso não impede que as companheiras procurem um médico especialista durante os outros meses do ano. O importante é a prevenção.
E por isso encerramos a Campanha deste ano reforçando ainda mais na informação do que é o Outubro Rosa e que é possível prevenir. VOCÊ JÁ FEZ A MAMOGRAFIA ESTE ANO.???
Ler mais...

escrito por jorge

Ir para a página Primeira  3 4 5 6 7 8 9 10 11 12  Última